Arquivo do mês: fevereiro 2012

O Livro mais Bonito do Mundo (e o mais caro também)

Michelangelo: La Dotta Mano da editora italiana FMR é considerado o livro mais bonito do mundo, ok, beleza é um atributo relativo, mas que ele é o livro contemporâneo mais caro do mundo não tem como negar, afinal de contas ele custa 100.000 euros.

O livro vem protegido por uma capa de metal, produzido em edição limitada de 99 unidades, pesa 24 quilos com 264 páginas de papel elaborado com puro algodão, fibra por fibra à mão, não contém ácidos nem derivados de clorina, que causam a deterioração do material com o tempo. O veludo de seda que cobre a capa é confeccionado em teares antigos, que produzem somente oito centímetros de tecido por dia.

Os livros têm garantia de 500 anos. E isso não é brincadeira. “A composição do papel e dos demais materiais foi pensada pelos artesãos para perdurar. É algo seríssimo”, diz Marilena Ferrari. Ela fundou, em 1992, a ART´E, uma editora especializada em livros de arte, que comprou, em 2003, a lendária editora FMR, iniciais de Franco Maria Ricci, criada nos anos 60.

A capa do livro contém uma réplica em mármore da escultura Madonna della Scala (1491/1492), uma das primeiras obras de Michelangelo. A reprodução da escultura utilizou o mármore do tipo carrara proveniente da mesma pedreira, Il Polvaccio, onde Michelangelo costumava adquirir o material para suas obras. O mármore da capa possui três centímetros de espessura.

Uma marca d´água, feita com uma técnica usada no século XIV, reproduz a assinatura de Michelangelo em cada página do livro que relata sua vida e obra. O texto foi escrito por Giorgio Vasari, arquiteto e pintor italiano, que viveu no século XVI e considerado por especialistas o melhor biógrafo de artistas conterrâneos. Até mesmo as dimensões da obra, de 42 por 68 cm, aplicam a chamada seqüência Fibonacci – relação numérica que permite chegar a um “número de ouro”, utilizado há séculos na arquitetura, escultura e pintura para simbolizar a harmonia.

O livro foi lançado em comemoração dos 500 anos do início dos afrescos do artista na Capela Sistina, reúne 45 gravuras de desenhos e documentos do artista italiano. Além dos 33 exemplares já vendidos a pessoas físicas, outros 33 serão destinados a museus internacionais, como o do Prado, em Madri, que já recebeu a obra. Mais um lote de 33 deverá ser produzido no médio prazo com uma capa diferente (reprodução de outra escultura do artista). Agora se você ficou interessado, entre em contato conosco que teremos o maior prazer em trazer uma unidade desta obra de arte para o Brasil.

Abaixo a capa em detalhe e uma reprodução da obra original.

Madonna della Scala - Capa

Madonna della Scala - Obra

Por: Ivo

Anúncios

Qual tipo de usuário de Moleskine você é?

A internet sempre nos apresenta coisas divertidas, curiosas, intrigantes, é a vantagem da ligação direta entre a pessoa que gera conteúdo com a pessoa que interage com ele. Por exemplo, hoje eu me deparei com a ilustração abaixo que achei bem legal.

Acho que os responsáveis são o pessoal do site lunchbreath. Eu gostei dos tipos que eles desenvolveram, o meu favorito é o Delusional e o de vocês?

Por: Ivo

Carnaval e Moleskine: vamos ser criativos

No Brasil existe aquela lenda de que o ano só começa depois do Carnaval. Se isso fosse verdade, a melhor maneira de aproveitar o pré-Carnaval seria utilizando o tempo livre para ser produtivo de alguma forma.

E como produtividade e criatividade são sinônimos de Moleskine, queremos que esse tempo ocioso antes do Carnaval seja gasto com você e para você! Seja fazendo um desenho, um rabisco, escrevendo um poema, arrumando sua agenda de telefones, o importante é conectar você, suas idéias e o papel.

Pensando nisso resolvemos fazer uma promoção especial. Até o começo do Carnaval, iremos oferecer 20% de desconto em modelos específicos dos cadernos Moleskine, cada dia haverá um novo item em promoção, ou seja, mudou o dia, mudou o item. Para saber qual item estará em promoção é preciso ficar atento ao Twitter e Facebook.

Por: Ivo

Mais listas de livrarias

Recentemente tivemos um post com algumas das livrarias mais interessantes que existem, nele eu citei uma matéria do The Guardian que listou as dez livrarias mais bonitas do mundo em matéria do dia 14/01/2007.
A lista completa está disponível abaixo, a matéria você acessa por aqui:
http://www.guardian.co.uk/books/2008/jan/11/bestukbookshops

1.    Boekhandel Selexyz Dominicanen, Maastricht
2.    El Ateneo, Buenos Aires
3.     Livraria Lello, Porto
4.    Secret Headquarters, Los Angeles,
5.    Borders, Glasgow
6.    Scarthin’s, Derbyshire
7.    Posada, Brussels
8.    El Péndulo, Ciudad del Mexico
9.    Keibunsya, Kyoto
10.  Hatchards, London

O texto do último post foi escrito no final de dezembro, mas deixei para publicar em janeiro, para ter conteúdo no blog no começo de ano, a parte engraçada é que esse tema apareceu no blog Todoprosa do Sérgio Rodrigues (Veja) e também apareceu como lista no site Flavorwire.

Então depois dessa overdose de belas livrarias resolvi que preciso montar um post para mostrar a nova Livraria Freebook e pretendo fazer isso muito em breve.

Por: Ivo

Livrarias pelo mundo

Atualmente há uma enorme discussão sobre o futuro do livro e das livrarias devido ao surgimento do e-book e da internet como plataforma de vendas. Nos EUA muitas livrarias estão fechando as portas, como a Borders, segunda maior rede de livrarias dos EUA, que fechou 200 lojas no ano passado. Pessoalmente, eu acredito que o e-book nunca irá substituir o livro e as livrarias vão continuar existindo, acredito sim, que a quantidade possa diminuir, mas as livrarias especializadas, tradicionais e com outros apelos irão continuar funcionando por longos anos. Dito isso, gostaria de mostrar alguns dos espaços dedicados a venda de livros mais interessantes do planeta.

Começamos na nossa vizinha Argentina e a belíssima livraria El Ateneo em Buenos Aires. O prédio foi desenhado pelos arquitetos Peró e Torres Armengol a pedido do empresário Max Glucksman e fui inaugurado em maio de 1919 como o teatro Teatro Gran Splendid. Com pinturas do artista italiano Nazareno Orlandi e esculturas por Troiano Troiani, o teatro tinha capacidade para 1.050 pessoas.  Atualmente mais de um milhão de pessoas visitam-na anualmente, sendo que em 2007 mais de 700.000 livros foram vendidos.

El Ateneo

El Ateneo

El Ateneo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atravessamos o oceano Atlântico até Paris para conhecer uma das livrarias mais famosas do mundo, Shakespeare & Company, inaugurada em agosto de 1951 por Geroge Whitman. Localizada no Latin Quarter, com vista para Notre Dame e o Sena. Além da livraria, o espaço funcionou como o “Tumbleweed Hote”, George instalou camas no primeiro andar para que escritores iniciantes e ainda sem a fama e fortuna pudessem se alojar, mas para isso eles deveriam ler um livro por dia e trabalhar uma hora na livraria. Escritores já estabelecidos podiam ficar no Writer’s Room, com três paredes cheias de volumes raros e camas mais confortáveis. George estimou que mais de 10.000 viajantes passaram uma noite em sua livraria. Na despedida, os escritores deveriam deixar uma pequena autobiografia e uma foto, entre as fotos que decoram as paredes do Writer’s Room estão Lawrence Durrell, Allen Ginsberg, Henry Miller.

Em 2006 Geroge recebeu o prêmio Officier des Arts et Lettres do Ministro da Cultura pela sua contribuição para as artes. Em 14 de dezembro de 2011 Geroge Whitman faleceu com 98 anos em seu quarto em cima da livraria.

Shakespeare & Company

Shakespeare & Company

Shakespeare & Company

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuamos na França, mas agora seguindo para Lyon encontramos a Le Bal Des Ardents, uma livraria especializada em livros de arte, ciências humanas e eróticos e como diz em sua própria descrição “se esforça para defender autores desconhecidos, editoras ou temas independetes”.

A livraria foi inaugurada em março de 2003 e possui uma das entradas mais incríveis que uma livraria pode ter.

Le Bal Des Ardents

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seguindo para Porto, Portugal é possível visitar a livraria Lello, com projeto do engenheiro Francisco Xavier Esteves. Em 13 de janeiro de 19606 inaugurou-se um dos mais emblemáticos edifícios do neogótico portuense, destacando-se fortemente na paisagem urbana. Trata-se de um conjunto em que a arquitetura e os elementos decorativos deixam transparecer o estilo dominante no início do século XX.

Os tetos trabalhados, o grande vitral que ostenta o monograma e a divisa da livraria “Decus in Labore”, além da escadaria de grandes dimensões de acesso ao primeiro piso são as marcas mais significativas da livraria. O escultor Romão Júnior esculpiu os bustosdos escritores Antero de Quental, Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco, Teófilo Braga, Tomás Ribeiro e Guerra Junqueiro.

Lello

Lello

Lello

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A próxima parada é em Maastricht, Holanda, cidade da livraria mais bela do mundo de acordo com o jornal britânico The Guardian, opinião compartilhada por muitos que a visitam. A livraria Selexyz Dominicanen ocupa uma antiga igreja do século XIII, reformada em 2006 pelos arquitetos holandeses Merkx + Girod a livraria ganhou o prêmio Architect Interior Prize em 2007.

Selexyz Dominicanen

Selexyz Dominicanen

Selexyz Dominicanen

Selexyz Dominicanen

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terminamos na Finlândia. Helsinki guarda a Akateeminen Kirjakauppa (Livraria Acadêmica). A rede foi fundada em 1893, mas em 1969 a livraria mudou-se para novas instalações, um prédio novo construído pelo arquiteto finlandês Alvar Aalto, considerado um dos pais do modernismo

Akateeminen Kirjakauppa

Akateeminen Kirjakauppa

Akateeminen Kirjakauppa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por: Ivo