Bookcrossing – The Rembrandt Affair

Vamos espalhar cultura por São Paulo! Este é o nosso objetivo ao abandonar livros, prática conhecida como Bookcrossing.

Mais um livro solto no mundo, para ser encontrado, lido e libertado! O Bookcrossing da vez é com o livro The Rembrandt Affair escrito por Daniel Silva.

O livro, descrito no Daily Mail como “uma mistura de Jason Bourne e James Bond. Um suspense sensacional”, foi abandonado em um local muito propício e que descobri sem querer, é uma casa no Brooklyn que convida para a troca de livros e ainda disponibiliza água mineral para quem quiser.  Photo 27-03-15 12 38 16 (Cópia)

Photo 27-03-15 12 38 23 (Cópia) Photo 27-03-15 12 38 34 (Cópia) O livro em sua nova moradia temporária

Sinopse:

Em Glastonbury, na Inglaterra, um restaurador de arte é assassinado e a obra em que trabalhava – um quadro de Rembrandt nunca exposto – é misteriosamente roubada. O renomado negociante de arte Julian Isherwood sabe que só existe uma pessoa capaz de encontrar o quadro e levar os criminosos à justiça: o espião israelense e restaurador de arte Gabriel Allon.

Após sofrer um atentado, tudo o que Gabriel quer é cortar de uma vez por todas os laços com o serviço de inteligência internacional de seu país, também conhecido como “Escritório”.

Mas parece que o mundo das operações secretas ainda não está pronto para deixá-lo em paz. Apesar de sua relutância, ele acaba sendo persuadido a assumir o caso.

Ao seguir meticulosamente as pistas que o levam a Amsterdã, a Buenos Aires e, por fim, a uma mansão às margens do lago Genebra, Gabriel descobre segredos perturbadores relacionados ao roubo. Neste intricado quebra-cabeça, a pintura de Rembrandt é a peça-chave que o ajudará a desmascarar uma conspiração capaz de pôr em risco a paz mundial.

Photo 27-03-15 12 38 41 (Cópia)

Por enquanto não tenho mais informações sobre a casa, mas pelo pouco que sei é uma atitude incrível e louvável para uma cidade como São Paulo. O mais legal é que a primeira vez que passei em frente a essa casa haviam uns três ou quatros livros na prateleira, hoje (27/03) quando deixei o livro, não tinha nenhum, então é realmente um local em que há o fluxo de pessoas e troca de livros… eu, pessoalmente, fiquei surpresa e orgulhoso com quem é (são) o(s) responsável(is) por isso.

Por: Ivo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s