Feliz Dia Mundial do Turismo

“… On escape…the point wasn’t so much to be free as to get free. When you escape from something, you don’t abscond into nothing – you escape from one place to another the excitement is in the instant of deliverance itself, because that, not the final destination, is just like the smell of a paperback, the only moment of being free. It’s the moment of feelings most alive and most oneself, unburdened by the expectations on either side” – Elisabeth Eaves

 “ … Em  fuga … a questão não era tanto de ser livre como para se libertar. Quando você escapa de alguma coisa, você não se esconde em nada – você escapa de um lugar para outro e a emoção é o instante da libertação em si, por causa disso, e não do destino final, é como o cheiro de um livro de papel, e o único momento de estar livre. É o momento aonde os sentimentos  estão mais vivos e são eles mesmos, aliviado pelas expectativas de ambos os lados.” – Elisabeth Eaves

Trecho do livro- Wanderlust A Love Affair with Five Continents, escrito pela Elisabeth Eaves que conta suas aventuras durante 15 anos de viagem na procura de um lar, de um amor, ou dela mesma.

Vanity FairJames Wolcott diz: “Uma vez que embarca Wanderlust, não haverá nenhum outro lugar você gostaria de estar.

Escritor de viagens (e ator) Andrew McCarthy diz: “Eaves novamente capta o momento emocionante quando o lugar seguro que resta para trás e o novo destino ainda não chegou, o momento “entre” que contém a emoção da viagem.

Boa Leitura!

Por: Maíra

Wanderlust: A Love Affair with Five Continent

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s